• Por Márcia Jesus

SerCidadão apresenta novo modelo de trabalho com espaço educativo completo


A volta do recesso das Olimpíadas significou mais que um retorno à rotina na Ser Cidadão, significou renovação. A partir deste segundo semestre, os alunos da Casa passarão a utilizar as novas salas de atividades (inauguradas em julho) e toda a estrutura da instituição pensada e trabalhada para atingir objetivos educacionais.

Para a Ser cidadão, este semestre introduziu a afirmação de um modelo de trabalho que pensa a estrutura física da Casa como um espaço educativo completo, onde educadores e educandos irão experimentar um modelo de aprendizagem que preza pela educação solidária e por espaços e ambientes colaborativos.

“O objetivo é pensar em todo este espaço como um campus educativo com potencial para o desenvolvimento de atividades. Hoje a Ser Cidadão tem uma estrutura que se completa: o anexo com as salas de atividades, um laboratório de informática, um salão multiuso que pode ser usado para oficinas e exposições, um jardim que, além de espaço de lazer e convivência, pode ser usado para aulas de educação ambiental, a cozinha, não somente para as aulas de gastronomia, mas também para trabalhar educação alimentar, pesos e medidas.”, explica Francisco Jorge, coordenador de projetos da Ser Cidadão.

A Instituição acredita que estes espaços de aprendizagem vão além do campus interno e se estendem à praça, ao bairro e à cidade, para que os alunos possam se entender como sujeitos e como parte da cidade. Assim, para fechar este modelo de trabalho, a Ser Cidadão buscou referências em alguns estudos e teorias na intenção de proporcionar aos seus alunos capacidade de desenvolver as habilidades necessárias para o convívio social e para o mercado de trabalho.

Além da estrutura física da Casa ser integrada e funcional, as novas salas foram organizadas para que todas as atividades dos alunos sejam desenvolvidas de maneira colaborativa - um aluno auxilia o outro no processo de aprendizagem. Para complementar, a forma de ensino foi estruturada com base no referencial do professor como mediador - professor como aquele que apoia o acesso ao conhecimento e não aquele que o detém – e na teoria da educomunicação – utilização de ferramentas tecnológicas (internet, aplicativos) como ferramentas de aprendizado.

A Ser Cidadão acredita que esta nova estrutura educacional irá auxiliar de forma positiva no desenvolvimento do potencial educacional da Instituição que tem sua metodologia baseada nos parâmetros sugeridos no Relatório da UNESCO, que conceituou os Quatro Pilares da Educação em: aprender a conhecer, aprender a fazer, aprender a conviver e aprender a ser.

As salas:

O prédio foi construído utilizando madeira, alvenaria e aço.

O anexo conta com 3 salas, cada uma com 52m²,1 sala para administração, varanda, w.c. e depósito. As salas têm 40 lugares cada, e poderão atender até 120 jovens por turno.

A Ser Cidadão tem ainda um laboratório de arte culinária com capacidade para 15 jovens, laboratório de comunicação digital com capacidade para até 30 jovens, salão multiúso com espaço para até 120 pessoas, além de um jardim gramado.

Confira abaixo, fotos das instalações da Casa.


0 visualização

© SerCidadão - 2016     Rio de Janeiro :: Rua Fernanda, 140 – Santa Cruz – Rio de Janeiro - Cep 23515-122 - Tel: (21) 2221-8830