top of page
  • Rayane Figueiredo

Terceira edição do evento "Elas no Centro" resgata a participação das mulheres negras na história

O evento reuniu artistas, pesquisadoras e convidadas especiais para discutir e enaltecer a relevante participação das mulheres negras na história do Brasil



Em uma emocionante celebração em homenagem ao Dia Internacional da Mulher Negra Latino-Americana e Caribenha, bem como ao Dia Nacional de Tereza de Benguela, a terceira edição do evento "Elas no Centro - Mulheres Negras na Luta e na Arte" reuniu artistas, pesquisadoras e convidadas especiais para discutir e enaltecer a relevante participação das mulheres negras na história do Brasil, seja por meio da política ou da arte em diversas linguagens.



O evento aconteceu na SerCidadão e trouxe um encontro significativo de mulheres com trajetórias pessoais e profissionais diversificadas, proporcionando um ambiente para a troca de experiências sobre formação, mercado de trabalho e carreira. A iniciativa buscou fortalecer o protagonismo das mulheres negras e promover a valorização de suas contribuições para a sociedade.



Uma das convidadas do dia, Keila Gomes, compartilhou suas impressões

sobre o evento: "Participar de um evento tão significativo e urgente em nosso território, predominantemente negro, me enche de esperança! O caminho pode ser lento e difícil, mas estamos com o objetivo e foco certos. Em tempos em que símbolos brancos como a Xuxa e Barbies são exaltados, sem conexão com o biotipo da maioria das mulheres em nosso território e país, estar presente como um corpo político onde a pele preta é protagonista não me faz desistir. Essa movimentação em nossa região é de suma importância, pois promover esse encontro é como um respiro para seguirmos adiante, buscando uma sociedade mais igualitária e justa para as mulheres negras."



A terceira edição do "Elas no Centro" consolidou-se como um espaço para a valorização da identidade e da cultura negra, impulsionando o debate sobre a igualdade de oportunidades para as mulheres negras no mercado de trabalho e em diversos setores da sociedade.


"Emanuele Ribeiro, uma das organizadoras do Elas no Centro, expressou: "Ver essas mulheres ocupando esses espaços e alcançando suas conquistas é motivo de orgulho e inspiração para mim. Na universidade, encontrei força para lutar pela valorização do meu lugar como mulher negra na sociedade. É maravilhoso poder trazer para esse evento um pouco da nossa cultura de rua, com grafites e dicas de automaquiagem para pele negra, algo que, por muito tempo, foi negligenciado. A dificuldade de encontrar produtos de maquiagem adequados para o nosso tom de pele era imensa, mas estamos mostrando que existimos e que merecemos ter nosso espaço. Confesso que, no início, tive muitas inseguranças sobre como organizar um evento tão relevante como esse, mas a equipe de curadoria foi essencial. Juntas, sonhamos, desenvolvemos e executamos cada detalhe desse projeto com dedicação e amor. Ver tudo isso acontecer é simplesmente gratificante."



A SerCidadão é uma organização da sociedade civil, com sede na antiga residência do senador Júlio Cesário de Melo, em Santa Cruz, zona oeste do Rio de Janeiro. Atua há 20 anos na realização de projetos de iniciação profissional, democratização do acesso ao ensino superior e promoção da cultura e cidadania, a partir de atividades artísticas e culturais, em conjunto com iniciativas já atuantes na região, buscando a preservação da memória e cultura local.

28 visualizações0 comentário
bottom of page